NOTÍCIAS

Abapa implanta projeto Tecendo Cidadania no município de Pindaí

Publicada em: 27/08/2012
A presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (ABAPA), Isabel da Cunha, esteve acompanhando na quarta-feira, 06 de junho, a instalação do Projeto Tecendo Cidadania no município de Pindaí, sudoeste baiano. Com o intuito de oferecer oportunidade de emprego e renda através do artesanato, utilizando como matéria-prima o algodão e possibilitando às comunidades carentes um aumento da renda familiar e, conseqüentemente, melhor qualidade de vida, o projeto está sendo implantado em parceria com a Prefeitura Municipal de Pindaí, com a EBDA e apoio do Fundeagro.

Inicialmente o projeto será implantado junto às mulheres da Associação Regional de Criadores de Abelha Lagoinha. Serão 45 mulheres beneficiadas pelo programa, onde aprenderam a trabalhar o algodão em pluma, transformando-o até adquirir a forma de fio de algodão e, com os teares, dando vida a tapetes, colchas, cortinas e outros produtos.

Para esse projeto a Prefeitura Municipal de Pindaí doou uma antiga escola, que foi reformada e adaptada pela Abapa para as necessidades do Tecendo Cidadania. Além disso, a Abapa doou cardas, rocas e teares para a Associação, que também conta com treinamentos oferecidos pela EBDA.

As participantes do projeto recebem constante treinamento para beneficiamento do algodão, manipulação dos teares, técnicas de aprimoramento para confecção de peças e apoio para divulgação de seus produtos em feiras e exposições. Também são ministradas palestras educativas para a comunidade local envolvendo assuntos como cooperativismo e técnicas de vendas.

Isabel da Cunha confirma: “O Tecendo Cidadania já tem obtido sucesso em outras comunidades e estamos muito contentes de termos conseguido trazer este projeto para o município de Pindaí, valorizando a região e possibilitando a geração de emprego e renda. É um projeto que trabalha com o social, o ecológico, o natural e o politicamente correto, resultando em dignidade, cidadania e respeito ao próximo para toda a comunidade.”